Páginas

O Poeta Vai Embora

O poeta madurece uma ideia
A ideia não envelhece
Como os dentes do poeta
Como os cabelos do poeta

Não envelhece como o mundo
Como o riso do retrato na parede
Como o pio do pássaro na gaiola
Como o cio dos séculos saltimbancos

Tampouco apodrece como a maçã
A goiaba, o mamão, a uva, o caju
- Para ser mais preciso: não apodrece
Como a substância que nos mantém corpo

(O poeta vai embora
embora permaneça
por entre-versos)

O poeta madurece uma ideia
A ideia não envelhece
Como os filhos do poeta
Como a mulher do poeta.
Postar um comentário