Páginas

Calma de um retrato

Veja o retrato de meu pai
ali por cinqüent’anos d’idade.
Repara... é o mesmo semblante
que guardou no santo sudário

E em ambos a mesma calma
conquistada por meio sub-reptícios
que engana a todos
e faz acreditar
na des-solidão.

Postar um comentário