Páginas

Aquilo Qu'está Dentro de Nós e Não se Quer Ver

Não é possível agora, neste exato instante,
Criar outra realidade, sem esta estar presente
Sem que se esqueça – lembrança permanente
Da mesma realidade que nós vivemos semente

Viver outra realidade é sonho de todos tolos
E esquecer que a realidade permanece sempre
Em todos os momentos da mesma  eco-realidade
Da qual fugimos e para a qual queremos ser

Outros, quem sabe, diferentes estranhos luares
Outros lares, outro jeito de falar – mais falares
Sem meio termo, sem tempo pra boca calar

Sem tudo isso que chamamos realidade d'idade
De ir e vir – numa louca procura – sem achar
Aquilo que está dentro de nós, até o ponto final.

Postar um comentário