Páginas

Poeminha sem Nenhuma Complexidade


Intelectual é
quem pensa
em nós.

Dedico este poema aos amigos: Adalberto Ferreira, Adérito Pinheiro, AGI, Amauri Lobo, Amaury Tangará, Ana Maria, Antônio & Adir Sodré, Bené Fontelles, Biddi, Carlos Gattas, Carlos Melo, Carlos Rosa & Neusa Rosa, Celso Castilho, Cícero Fraga, Conjunto Maravilha, Conjunto Serenata, Dito da Mesa do Super Haway Lanches, Dona Domingas, Duda, Durval de França, Edmundo Souza, Eduardo Ferreira, Eliane, Eron Silva, Eunice Campos, Gervane de Paula, Getúlio de Paula, Gilberto Fraga, Glória Albuês, Grupo Sarã, Henrique Almeida, Isabel Serra Picco Palácios, João Afonso, João Batista de Almeida, João Gregório, João Manoel, João Sebastião, José Lobo, Júlio Valmórbida, Lenine Póvoas, Levi Batista, Luiz Carlos Ribeiro, Luiz Marques, Manoel Rodrigues, Maria Teresa Carracedo, Marilza Ribeiro, Maurício Leite, Newton Alfredo, Noel do Sertão, Os 5 Morenos, Pio Toledo, Primo, Ricardo Guilherme Dicke, Seu Clínio, Seu Januário, Silva Freire, Sirlei Aparecida, Turma do Morro, Vilela Montanha, Wlademir Dias Pino e a todos que vivem gente.

Publicado em 23/10/1983 no Jornal do Dia/Cultura.
Postar um comentário