Páginas

A Doença do Século

A doença do século
Que mata mais do que mais mata
– sem dó, nem piedade –
A todo momento sem conta
É a pior doença humana:
O amor exacerbado ao dinheiro
O dinheiro – sem ele ninguém vive –
Mas não pode homem, na sua inocência,
Crer que vá viver mais e melhor
E ainda levar algum
Na passagem desta “pra melhor”
Apenas sendo riquinho
– Minhoca na cabeça...
Postar um comentário