Páginas

Quando Estive na Espanha com João Cabral de Melo Neto

Quando, num sonho, viajei pela Espanha
para conhecer João Cabral de Melo Neto,
poeta Pernambuco, Severino, Recife,
constatei que o sonho era coisa estranha

Estranhei que as parlendas espanholas
não tinham rimas, nem quebra-línguas,
menos ainda histórias de toureiros
em arenas sangrentas de saciar gritos

Eufóricos gritos da plateia inusitada
queriam a poesia e o poeta cabralinos
para um fim de tarde inesperado...

Tudo no sonho, bom que se diga, vale
como enredo de um poema bem dito
todavia não consegue se fixar no papel.



><>: Segundo poema que falo do pernambucano/espanhol JCMN
(Revisado)

Postar um comentário