Páginas

Das Mortes Contadas


Quem me conta é a tia Conta
que gosta de contar histórias

Ela narra com reverência,
como o caso pede,
e antecipadamente roga: não se ria
do desfecho que a história tem.

O drama é duma prima
sobrinha doutra tia
(que tias são bastantes)
e enviuvou duas vezes

O primeiro marido era um Turco,
porque todos, naquele tempo, eram turcos
embora explicassem serem libaneses
e morreu assim como se morre de repente
sem uma explicação, pois a dita não explica
quando dá de querer chegar.

O segundo casamento foi com um goiano
que não queria morrer quando fosse a hora.
Acontece, que o marido goiano, era aviador
e um dia o teco-teco entrou em pane e...

O aviãozinho caiu em cima de uma árvore
o piloto goiano foi ejetado para fora
antes da explosão...
E todos morreram na hora
menos o marido da prima

A ambulância veio socorrer o ferido
mas a caminho do hospital, o carro tomba
e o piloto goiano, já ferido, não resiste e morre...

Depois disso ninguém mais quiz casar
com a prima que vive viúva
lá no interior de Goiás, esperando sarar...
- Do azar?

24/01/2004
Postar um comentário