Páginas

Manga Madura no Quintal

O amarelo
não é uma cor, apenas cor,
vai além do horizonte
e acompanha o morrer do sol

O amarelo
quando chega, de manhã cedinho,
provoca espantos, o galo canta...
O amarelo, vê, é luz

O amarelo,
na minha memória, é manga
madura, pepitola no quintal

O amarelo,
hoje em dia em mim,
saliva é água na boca.

Postar um comentário