Páginas

Confissão II

O que acontece comigo, querida?
Você não imagina
Meu coração treme, balança
na corda bamba sem rede de proteção

O que acontece com meu coração?
Vivia tão sossegado
Como se soubesse de tudo
e não se surpreenderia jamais

O meu coração agora parece menino
Sai saltitando por aí
Dando na vista, bandeira
Sem preocupar com os riscos

Meu coração não compreende
Os vasos dilatam
As pupilas brilham
E o sangue corre feito um fundista

Meu coração virou ao avesso
Ninguém consegue mais decifrar
O que está acontecendo
A terapeuta se espanta, mas não cura

O que acontece com o coração
da gente, quando a gente ama?
É uma coisa gozada
Assustadora, até, direi

O coração quando fica assim
torna-se transparente, criança
Sem nenhum vínculo com a realidade
Sem querer salva o seu proprietário.
Postar um comentário