Páginas

Dona Polica

Dona Polica contava histórias...
Contava dos escravos
que carregavam pedra canga
pra fazer a ponte do rio

Contava que os escravos
apanhavam até sangrar,
do feitor

E, diz que hoje, eles vivem gemendo
- como gemem nossas dores -

lá nos fundos de nossos quintais.
* O poema acima faz parte do livro Sinais Antigos, que está fazendo 24 anos de seu lançamento. Ele foi publicado sob o selo das Edições Namarra, com apoio da SMEC/DCT/Casa da Cultura, Comissão Municipal do Mobral e Departamento de Artes/UFMT.