Páginas

Das Pedras

Não amo as pedras...
Amo as almas das pedras
Amo as almas das almas
Amo as almas amadas
também as desalmadas

As pedras não amadas
rolam montanhas abaixo
e depois se deitam
nos leitos dos rios
e lá permanecem
até tornarem seixos...

Eu amo as pedras
que amolecem
como gemada
meu coração teimoso
que insiste na rima
sem antagonismo.

Postar um comentário