Páginas

Poema Escrito

Olho-te e vejo
Como estás,
Meio sem graça

Não faço nada
E me perguntas
Se passo fome

Respondo: não!
E continuo são
Na minha tarefa


Isso te perturbas
Vês assombrações, e
Segues os meus passos

Como se fosse possível
Desentortar que está escrito...

Postar um comentário